Mulher Denuncie

O crescente aumento dos crimes contra a mulher é um dos principais problemas enfrentados pela nossa sociedade.
O portal Mulher Denuncie, tem como o objetivo facilitar as ações de prevenção e combate à violência, utilizando a tecnologia como aliada. Aqui você encontrará desde links para denúncias, como ajuda espiritual para ajudar você encontrar forças necessárias para resolver essa situação.

Denuncie

Disponível em todos os dispositivos.

Denunciar

Espiritual

Obtenha um aconselhamento Espiritual.

Conversar

Notícias

Veja os acontecimentos voltado ao tema.

Verificar

Emergências

Localização de delegacias mais próximas.

Localizar

Video Apresentação

O portal Mulher Denuncie, tem como o objetivo facilitar as ações de prevenção e combate à violência, utilizando a tecnologia como aliada.

Bairros mais violentos em Guarulhos

A Secretaria de Assuntos Difusos, através da Subsecretaria de Políticas para as Mulheres, divulgou o Mapa da Violência referente ao primeiro semestre deste ano.

De acordo com o levantamento, em Guarulhos o bairro mais perigoso para as mulheres é o Pimentas, com 460 crimes durante os seis primeiros meses deste ano entre homicídio, lesão corporal, maus tratos, ameaça, violação de domicílio, estupro e assédio sexual.
De acordo com o levantamento, em Guarulhos o segundo bairro mais perigoso para as mulheres é o Bonsucesso , com 318 crimes durante os seis primeiros meses deste ano entre homicídio, lesão corporal, maus tratos, ameaça, violação de domicílio, estupro e assédio sexual.
De acordo com o levantamento, em Guarulhos o terceiro bairro mais perigoso para as mulheres é o Cabuçu , com 282 crimes durante os seis primeiros meses deste ano entre homicídio, lesão corporal, maus tratos, ameaça, violação de domicílio, estupro e assédio sexual.
De acordo com o levantamento, em Guarulhos o quarto bairro mais perigoso para as mulheres é o Cabuçu , com 274 crimes durante os seis primeiros meses deste ano entre homicídio, lesão corporal, maus tratos, ameaça, violação de domicílio, estupro e assédio sexual.

Fonte da Informação: Guarulhos HOJE - Matéria de 24/07/2018